Tailândia tem segurança alimentar e nutricional

Dia Mundial da Segurança Alimentar é celebrado no dia 7 de junho e tem o objetivo de chamar a atenção e inspirar ações que ajudem a prevenir, detectar e gerenciar os riscos de origem alimentar, contribuindo para a segurança alimentar, saúde, direitos humanos, prosperidade econômica e o fim da fome no mundo.

Um direito

A segurança alimentar e nutricional consiste na realização do direito ao acesso a alimentos de qualidade, em quantidade suficiente, sem comprometer outras necessidades essenciais.

Plano nacional

Neste sentido, o objetivo geral do Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (PNSAN) é assegurar o direito humano à alimentação adequada a todas e todos os habitantes do território brasileiro, promovendo a soberania e a segurança alimentar e nutricional.

Infelizmente, a pandemia de Covid19 torna público o grande fosso das desigualdades sociais e a fome real provocada pelo crescente desemprego e redução de apoio social.

O município de Tailândia

Tailândia, no nordeste paraense, ao contrário, tem ações de governo e políticas de segurança alimentar e nutricional, tais como: a distribuição de leite e hortaliças, a implantação do Restaurante Popular, com preço acessível a todos. A ação social contribui com o fornecimento de cestas básicas para a população carente.

Restaurante Popular

Antes da implantação do Restaurante Popular, o município já realizava distribuição do ‘Sopão do Povo’, nos bairros de Fátima 1 e 2, Centro e Vila Macarrão.

Leite e hortaliças

O Laticínio Municipal e a plantação da Hidroponia têm contribuído com o bem estar de dezenas de famílias.

Outra ação de governo que é praticada em Tailândia é o Cadastro Único, que faz inscrição aos  programas sociais, como a Bolsa Família, que beneficia 8 mil famílias no município.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *