Mais de 5 mil na Caminhada contra o Abuso e Exploração Sexual infanto-juvenil em Tailândia.

Mais de 5 mil na Caminhada contra o Abuso e Exploração Sexual infanto-juvenil em Tailândia.

Em comemoração ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes, coordenado pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SEMADS) e o Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), foi realizada uma caminhada nesta quinta-feira, dia 18, com o objetivo de alertar e conscientizar à população da importância do combate à exploração e os meios para a realização da denúncia.

   

Mais de 5 mil alunos da maioria das escolas, crianças e adolescentes, professores, secretários municipais e pessoas comuns foram às ruas pedir o fim da exploração sexual de crianças e adolescentes e o fim de qualquer tipo de violência.

“A luta contra o abuso e exploração sexual infanto-juvenil começa na escola e em casa. Além do mais se deve lutar também contra a banalidade da violência às mulheres”, denuncia Thaiane Frota, da SEMADS.

A população também abraçou o projeto Faça Bonito e foi às ruas demostrar apoio. Todos se mobilizaram pela causa, que infelizmente ainda apresenta dados alarmantes a nível nacional.

É importante projetos como o PROERD, da Polícia Militar, e Projeto Escola da Vida (PEV), do Corpo de Bombeiros, que tem o apoio do município, que visa o combate às drogas e ensina crianças nas escolas municipais, e outros eventos venham a somar com a luta pela cidadania das crianças.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO!!! A lei Aldir Blanc prevê auxílio financeiro emergencial para o setor cultural, por meio de Renda Emergencial da Cultura, exclusivamente aos trabalhadores e trabalhadoras da cultura e concessão de subsídio mensal para manutenção de espaços artísticos e culturais, microempresas e pequenas empresas culturais, cooperativas, instituições e organizações culturais comunitárias que tiveram as suas atividades interrompidas por força das medidas de isolamento social, provocadas pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Além do subsídio mensal, também está prevista a realização de editais, prêmios e chamadas públicas para aquisição de bens e serviços produzidos por empreendimentos culturais atingidos pela pandemia, além de outros instrumentos. Para ter acesso a mais informações, o público de interesse deverá procurar a SECRETARIA DE CULTURA, ESPORTE, JUVENTUDE, LAZER E TURISMO - SECJELT, no Ginásio Municipal Werner Kronbauer, localizado na Avenida Natal esquina com a Travessa Irituia e Travessa Ipê, no horário de 8 às 12h e das 14 às 17h, de segunda a sexta feira e, caso atenda aos requisitos estabelecidos pela Lei Aldir Blanc, será realizado seu cadastramento. Inicialmente está sendo realizado o cadastramento dos espaços artísticos e culturais, microempresas e pequenas empresas culturais, cooperativas, instituições e organizações culturais comunitárias, que deverá ocorrer até o dia 30 de Outubro/2020, sexta feira, às 17h. O Cadastramento das pessoas físicas, trabalhadores e trabalhadoras da cultura – deverá ser realizado em período a ser divulgado e On-line.