TAILÂNDIA: 365 Dias de muito trabalho

Administração

TAILÂNDIA: 365 Dias de muito trabalho

Muito se tem falado no Brasil em crise. A crise é vista por muitos como uma instabilidade, um conflito sem soluções, mas devemos vê-la como uma profusão, um momento que serve para aprender, crescer e não errar mais. Serve para evoluir, mas principalmente para unir as pessoas num mesmo objetivo, com o mesmo foco.

É verdade que o país está muito debilitado do ponto de vista econômico, mas temos que construir um futuro sustentável de forma consciente para darmos a melhor resposta para os desafios que a nós e imposto, e que o desenvolvimento e a oportunidade são princípios necessários para se evidenciar soluções positivas.

A realidade do município de Tailândia não é diferente da realidade do resto do país, até mesmo porque a nossa crise precede a que vivemos no Brasil, ela já existia antes da década de 80 e só veio a piorar em 2007, com a Operação Arco de Fogo. De lá pra cá parece que nada deu certo.

Infelizmente o grupo que dirigiu a Prefeitura de Tailândia durante oito ano não percebeu que a solução para os problemas do município estão no próprio município, o Povo.

Foi na perspectiva de resgatar esse combustível social que o prefeito Macarrão assumiu a prefeitura. De início, a encontramos uma folha de pagamento que extrapolava os 70% de pessoal, o que inviabilizava qualquer tipo de investimento público, sem falar das contas bloqueadas e sem poder implantar projeto sociais devido as dívidas com a Celpa e INSS. Assim tivemos que fazer recadastramento de funcionários, cortar gastos e saldar dívidas. Algumas das ações que efetivamos podem ter tido gosto amargo para algumas categorias, mas que seriam necessárias para iniciar a evolução no desenvolvimento social de Tailândia

O dia 10 de maio de 2017, foi o apogeu das ações reais para o município, assim como entregamos 14 obras reconstruídas e construídas, incluindo o novo AME, o Laticinio, que já produziu em 2017 mais de 150 mil litros de leite e iogurte para a população carente e para as escolas; os Silos; a Escola de Musica e a Biblioteca, e ainda implantamos uma ferramenta essencial para salvar vidas, o Helicóptero UTI, que é referência no Estado do Pará em transferência de urgência e foi destaque durante a maior procissão religiosa do Brasil, o Cirio de Nazare.

Mas não foi só o concreto que prevaleceu nas grandes obras. Realizamos o maior Carnaval da história de Tailândia, inovamos no Aniversário da cidade, nas Festas Juninas, como Forrozão do Povo e o “Junto e Misturado”, no apoio a EXPOTAI, e todas as iniciativas culturais.

Foram várias ações de cidadania e de assistência social, priorizamos a Saúde Publica e a limpeza da cidade, levamos o asfalto e a iluminação pública aos bairros e a zona rural. É assim que Macarrão vê o Povo: “…a cidade não é só concreto e asfalto. Ela é gente!”. Agora temos certeza que Tailândia esta nas mãos certas, nas mãos do Povo e não vamos voltar as tristes lembranças do passado. Agora e andar para frente.

Em Tailândia, nossos funcionários agora tem certeza que seu pagamento vai sair em dia, antecipamos o Décimo Terceiro em dezembro do ano passado, o que junto com a produção do pequeno produto rural, através do Carro do Arrego, deu aceleração a economia municipal, bem como deu alegria ao comércio da cidade. Isso representa mais confiança de quem quer se implantar em Tailânia e gerar emprego e renda. Tailândia agora se tornou novamente a Terra das Oportunidades.

Sozinhos sabemos que não temos força. Mas junto com o Povo, vamos desenvolver mais inda. Por isso, a economia, o social e as oportunidades devem andar juntas. E assim que o Povo manda, assim o prefeito Macarrão quer. Vamos juntos até a vitória meu Povo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *